sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

MEDITAÇÕES PARA MULHERES QUE AMAM DEMAIS


Meditações de 16 a 31 de dezembro de 2014

16 de Dezembro

         Não temos nada a perder começando a nos recuperar. Já estamos agüentando níveis alarmantes de dor sem nenhuma perspectiva de alívio, a menos que mudemos. O que nos retém é o medo, medo do desconhecido.

         Não deixe que o medo de renunciar ao que você sempre soube, fez e foi consiga frear sua metamorfose em uma pessoa mais sadia, altiva e que se ama verdadeiramente mais.

 

17 de Dezembro

         A recuperação começa quando nos tornamos dispostas a canalizar o esforço e a energia anteriormente  despendidos na prática de nossa doença para a própria recuperação.

 

18 de Dezembro

         Se amamos demais, os homens que nos interessam geralmente têm problemas. Contudo não precisam necessariamente ser pobres ou doentes. Talvez sejam incapazes de se relacionar bem com os outros, ou sejam frios e insensíveis, ou estúpidos, ou egoístas, ou mal-humorados, ou melancólicos. Talvez sejam um pouco selvagens e irresponsáveis ou incapazes de se comprometer ou ser ser fiéis. Ou talvez nos digam que nunca foram capazes de amar alguém. Dependendo de nossas próprias experiências, reagiremos a diferentes tipo de necessidade. Mas reagiremos com a convicção de que esses homens precisam de nossa ajuda, compaixão e sabedoria, a fim de melhorar a vida deles.

 

19 de Dezembro

         Quando a maior parte de nossas conversas com amigos íntimos é sobre ele, seus problemas, seus pensamentos, seus sentimentos, e quase todas as frases começam com 'ele', estamos amando demais.

 

20 de Dezembro

         Se algo não é bom para nós, na verdade também não é bom para mais ninguém.

 

21 de Dezembro

         Quando solitárias e perdidas, não ansiamos simplesmente por companhia mas por alguém que também se sinta como nós. As mais poderosas fontes de cura disponíveis são grupos compostos por pessoas decididas a falar honestamente entre si sobre um problema comum e orientadas por simples diretrizes e princípios espirituais.

 

22 de Dezembro

         É uma nobre forma de amor permitir que alguém de quem gostamos profundamente sofra as conseqüências naturais de seu comportamento e desse modo aprenda suas lições.

 

23 de Dezembro

         Devemos entender que com a dependência de relacionamento, os deslizes são inevitáveis e no início decepcionam muito. Cada dia que não praticamos a dependência de relacionamento, ganhamos um presente inestimável e alcançamos uma esplêndida realização.

 

24 de Dezembro

         Uma vez que a nossa auto-aceitação e amor-próprio começam a se desenvolver e se afirmar, então estamos prontas para simplesmente sermos nós mesmas, sem tentarmos agradar, sem agirmos de modo calculado para obter a aprovação e o amor do outro. Mas o embaraço e um sentimento de grande vulnerabilidade nos tomam quando estamos apenas sendo e não fazendo, e, ao pararmos de interpretar esse papel, no começo nos sentimos como se estivéssemos congeladas. Finalmente, ao tempo, nossos autênticos impulsos amorosos têm a oportunidade de serem ouvidos, sentidos e reafirmados.

 

25 de Dezembro

         Para começar completamente a recuperação, primeiro aprenda a ficar tranqüila.

         Aí então aprenda a ser tranqüila.

         Quando conseguir escutar, sentir e conhecer a tranqüilidade você poderá escutar, sentir e conhecer Deus.

 

26 de Dezembro

         O humor é um dos grandes indícios da recuperação. Quando achamos graça de alguns aspectos de nossa vida que costumavam levar-nos às lágrimas, ao ódio ou ao desespero, estamos definitivamente no caminho certo para uma forma mais saudável de viver.

         É correto afirmar que para nós uma autêntica recuperação requer humor, e que o autêntico humor exige a recuperação.

 

27 de Dezembro

         Assumindo a responsabilidade por nós mesmas e nossa própria felicidade, proporcionamos uma grande liberdade para os filhos que se sentem culpados e responsáveis por nossa infelicidade (como eles sempre se sentem). Uma criança nunca deve esperar equilibrar a balança ou pagar a dívida quando o pai ou a mãe sacrificou a própria vida, felicidade, realização por causa dela ou da família. Ver os pais abraçarem inteiramente a vida dá à criança direito de fazer o mesmo, assim como vê-los sofrer sugere a ela que a vida é feita de sofrimento.

 

28 de Dezembro

         A recuperação exige que você mude -contudo, esforçar-se para mudar radicalmente e rápido demais é uma garantia de que nada mudará de verdade.

         Quando você rezar para mudar, reze também para ser capaz de esperar pacientemente enquanto as mudanças acontecem.

 

29de Dezembro

         Os eventos reveladores da vida podem ou não ser bem-vindos, mas se eles são favoráveis ou não só saberemos com a plenitude do tempo.

 

30 de Dezembro

         Embora todas as mulheres que leiam este livro possam ter em comum a tendência para amar demais, cada uma de nós tem seu modo particular de fazê-lo.

         Para descobrir os indícios de seu estilo pessoal, considere os temas comumente presentes em sua obra de ficção favorita, ou seu filme favorito, sua canção favorita, seu poema ou conto de fadas favorito etc. Reunidos, eles provavelmente esclarecerão a você como lidar com essa questão de viver e amar -demais.

 

31 de Dezembro

         Se você está verdadeiramente no caminho da recuperação de amar demais, saiba que você é um milagre.

 

+ 24hrs de SERENIDADE

 

Fonte :  livro MEDITAÇÕES DIÁRIAS PARA MULHERES QUE AMAM DEMAIS -     Robin Norwood

Nenhum comentário:

Postar um comentário