domingo, 23 de dezembro de 2012

Meditação do dia 24 de dezembro de 2012


24 de Dezembro


Uma vez que a nossa auto-aceitação e amor-próprio começam a se desenvolver e se afirmar, então estamos prontas para simplesmente sermos nós mesmas, sem tentarmos agradar, sem agirmos de modo calculado para obter a aprovação e o amor do outro. Mas o embaraço e um sentimento de grande vulnerabilidade nos tomam quando estamos apenas sendo e não fazendo, e, ao pararmos de interpretar esse papel, no começo nos sentimos como se estivéssemos congeladas. Finalmente, ao tempo, nossos autênticos impulsos amorosos têm a oportunidade de serem ouvidos, sentidos e reafirmados.



Do Livro Meditações para Mulheres que Amam Demais- Robin Norwood

Nenhum comentário:

Postar um comentário