sábado, 17 de julho de 2010

CARACTERÍSTICAS DE UMA MULHER QUE AMA DEMAIS

Vem de um lar desajustado, em que suas necessidades emocionais não foram satisfeitas.

Como não recebeu um mínimo de atenção, tenta suprir essa necessidade insatisfeita através de outra pessoa, tornando-se superatenciosa, principalmente com homens aparentemente carentes.

Como não pode transformar seus pais nas pessoas atenciosas, amáveis e afetuosas de que precisava, reage fortemente ao tipo de homem familiar, porém inacessível, o qual tenta, transformar através de seu amor.

Com medo de ser abandonada, faz qualquer coisa para impedir o fim do relacionamento. Quase nada é problema, toma muito tempo ou mesmo custa demais, se for para "ajudar" o homem com quem esta envolvida.

Habituada à falta de amor em relacionamentos pessoais, está disposta a ter paciência, esperança, tentando agradar cada vez mais. Está disposta a arcar com mais de 50% da responsabilidade, da culpa e das falhas em qualquer relacionamento.Sua auto-estima está criticamente baixa, e no fundo não acredita que mereça ser feliz. Ao contrário, acredita que deve conquistar o direito de desfrutar a vida.

Como experimentou pouca segurança na infância, tem uma necessidade desesperadora de controlar seus homens e seus relacionamentos.

Mascara seus esforços para controlar pessoas e situações, mostrando-se "prestativa".

Esta muito mais em contato com o sonho de como o relacionamento poderia ser, do que com a realidade da situação.

Tem tendência psicológica, e com freqüência, bioquímica a se tornar dependente de drogas, álcool e/ou certos tipos de alimento, principalmente doces.

Ao ser atraída por pessoas com problemas que precisam de solução, ou ao se envolver em situações caóticas, incertas e dolorosas emocionalmente, evita concentrar a responsabilidade em si própria.

Tende a ter momentos de depressão, e tenta previní-los através da agitação criada por um relacionamento instável.

Não tem atração por homens gentis, estáveis, seguros e que estão interessados nela. Acha que esses homens "agradáveis" são enfadonhos.

Extraído do livro "Mulheres que Amam Demais", de Robin Norwood.

16 comentários:

  1. SÓ POR HOJE estou atraída pelos problemas do meu ex , usando o meu padrão de necessária , querendo mais uma vez salvá-lo . O mesmo papel que fiz lá na minha infância querendo salvar o meu pai . Parabéns pra mim que consigo hoje identificar meus sentimentos e ver meu papel de mãe e de terapeuta que tento esercer .Bjus

    ResponderExcluir
  2. Eu me encaixo perfeitamente no perfil da mulher que ama demais. Estou vivendo há seis anos um relacionamento instável, de altos e baixos, mentiras e traição, humilhação e que, por incrível que pareça, não consigo me desligar, quando encontro forças parta ir embora, ele vem atrás com promessas de mudança e amor, eu acredito, e torna´se um círculo vicioso. Sei que estou errada e que me destruo pouco a pouco, mas não acho forças para ir em frente, sem olhar para tás. Sei que estou precisando de ajuda, logo.

    ResponderExcluir
  3. FREGUENTEI AS REUNIÕES DO MADA E AINDA VOU AS VEZES MAIS, POR UM PERIODO DE 2 ANOS E 3 MESES FUI REGULARMENTE.HJ SOU UMA MULHER Q ACIMA DE TD ME AMO DEMAIS, NÃO PERCO MAIS MEUS VALORES E NEM DEIXO Q NENHUM OUTRO HOMEM TIRE ISSO DE MIM. AMIGAS, SE VCS SE PERDERÃO EM ALGUM PEDAÇO DE SUAS VIDAS, O MADA É O LUGAR ONDE VC VAI SE ACHAR SEM CRITICAS, CENSURAS...LÁ VC ACHARÁ PESSOAS Q QUEREM COMPARTILHAR.
    NÃO DESITAM!!!!
    Q A PAZ ESTEJA SEMPRE PRESENTE!!!
    BJÃO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me considero uma pessoa que ama demais, anulo minha vida para viver a do meu companheiro que não me dá valor, ele me troca pelo vício de álcool e drogas e minha vida só decai, cada vez mais. Temos um filho de 14 anos e ele me cobra uma atitude sempre, mas não consigo tomar nenhuma atitude, vivo nessa vida a mais de 10 anos. Preciso de ajuda.

      Excluir
  4. Bom dia, Madas queridas e não madas tb. Quero dizer que hj estou ciente de meus problemas, de minha doença e de minha impotência para cuidar de tudo sozinha. Essa descoberta por si só já é libertadora - o que sinto tem nome e remédio! Sou uma mulher dependente de relacionamento destrutivo e não estou sozinha nessa dor. Quando já desistia de entender o que se passava comigo, após longos 10 anos de um relacionamento doentio, e quando meus amigos já me tomavam como um caso perdido, um fracasso, eu, enfim, me compreendo no MADA, me aceito e reacendo em mim a esperança de recuperação do controle de minha vida. Hj acredito nisso: vou me recuperar e reencontrar a paz, a dignidade, a serenidade de uma vida equilibrada. O que vivi não foi amor, foi desespero, loucura. O amor é um sentimento bom que eleva e alegra, não um peso aniquilador que enfraquece e desnorteia. Foi no MADA que entendi isso; foi no MADA que recuperei minha paz de espírito; é no MADA que me resgato do fundo do poço e construo meu caminho de recuperação. Trata-se de um esforço contínuo, de um trabalho pesado para o qual é imprescindível ser honesta consigo mesma, pois recuperar-se é um exercício de amor próprio e elevação da autoestima que requer rompiemento de padrões antigos viciantes. Só por hoje, estou no caminho da recuperação. Sou uma MADA em recuperação! Obrigada a todas.

    ResponderExcluir
  5. Eu amo e sempre amei demais,sempre fui mto intensa,tentando fazer d tdo pelo meu companheiro, esquecendo d mim e até d meu filho.E hje ele m dxou e jogou isto n minha cara,eu o sufoquei e acabei c o amor q ele sentia por mim.Estou arrasada, na minha cidade,Ubá-MG, não tem mada e eu reconheço q preciso de ajuda. Não sei o q fazer.

    ResponderExcluir
  6. eu nao qro ser assim mais.. quero me livrar disso.. qro salvar meu relacionamento

    ResponderExcluir
  7. preciso de ajuda urgente amo meu namorado e sei que se eu continuar agindo assim vou perde-lo...

    ResponderExcluir
  8. Depois do falecimento do meu pai me senti extremamente sozinha e o problema ficou bem maior, não consigo me desvenciliar dos relacionamentos e acabo por afastar as pessoas de mim geralmente por excesso de atenção, fico tentando ser útil o tempo todo e sou vista como alguem q sufoca o outro! Só qro ser feliz e me sentir segura, acredito ser uma mada agora consigo admitir esse fato

    ResponderExcluir
  9. hola, a 7 meses atras conhecir um homem maravilhso, vivemos algo bonito , me apaixonei e quando disse pra ele , ele simplesmente me disse que nao queria relacao seria e nao queria me fazer sofrer,depois dessa nossa conversa pelo telefone ele nao me atendia minhas ligacao dei un tempo de 2 meses sem ligar, o dia que eu ligei ele me atendeu foi super cariñosos, mas me disse que tinha vontade de estar conmigo porem nossos encontrso nao passaria de una noite para fazer amor, que ele nao queria compromisso e nao queria me fazer sofrer, porque isso nao era justo pra mi.E mesno me dizendo tudo isso eu le disse que nao importava porque eu tinha vontade de estar con ele, na verdade esse encontro nunca chegou porque sempre que eu ligo ele me inventa uma desculpa, cada dia me dou conta de que esse homeme nao quer nada conmigo mas infelizmente nao consigo me controlar ligo pra ele a cada 2 ou 3 dias, percebo que as vezes ele nao quer falar conmigo mas sigo ligando, as vezes penso será que eu gosto de sofrer, fico com raiva borro o numero dele do meu telefone, mas de que adiante se eu tenho decorado e afinal de 2 dias estou ligando otra vez.Nada me faz feliz, estou todo dia montando estorias com ele imagiando eu acasada com ele, nossos filhosm e afinal nao passa de sonhos, necessito ajuada mora na españa e aqui nao tenho ajuada.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia sabe eu venho de um lar lindo meus pais se amam e desde que me casei com 20 anos e vivi dez anos terminando e reatando meu relacionamento nao me firmo em mais nenhum sou separada desde os 30 e hj tenho 44 sou uma mulher independente trabalho tenho meu apto mais relacionamentos são incertos, e o estranho que esse meu jeito de cuidar realmente fazer de td pelo companheiro e até mesmo para a familia nao quer dizer que eles estao comigo quando EU preciso geralmente dizem que eu sou desesperada, que eu sufoco, que sou sinica, e até mesmo desculpa a forma de falar que encho o saco....rssss.....estranho né cuido...cuido...e sou taxada de CHATA...os companheiros só nao vestem a camisa, sabe traição nunca senti na pelo graças ao meu bom Deus mais quando temos uma briga parece que fico sem chao nao consigo nem tomar banho direito...acreditam nisso é horrivel mais uma coisa eu me identifiquei coloco de certa forma a culpa em mim mesmo sabendo que ela nao é minha mais é só para nao perder a pessoa...nao moro junto desde que me separei a 14 anos nunca morei junto...mais preciso melhorar...haaa isso preciso cuidar de mim, vaidosa eu sou demais, mais cuidar do meu psicologico né amigas...mais acho que o mundo ta muito feio as pessoas consideram umas as outras descartaveis e EU NAO SOU...SEI DO MEU VALOR...SÓ PRECISO SABER ME IMPOR PERANTE AS PESSOAS BJS BOA SORTE PARA NÓS!!!!

    ResponderExcluir
  11. Sou a pessoa em vida a qual descrevem, hoje me sinto pessíma,amo uma pessoa que não quer saber de mim...será que ainda tenho como ser ajudada?

    ResponderExcluir
  12. cont...
    são 5 anos assim,termina,volta,de uns meses prá cá começou a desconfiar de mim,ñ dei motivo,apenas parei de cuidar da casa dele,de ir p/lá todo fim de semana,"moro na minha casa"passei a viver um pouco p/ mim,de um mes p/ cá disse ke era melhor acabar"mas sempre falava isso...",e à 2 dias me disse ke está com outra,ke ñ podemos mais ficar juntos ke ñ nos entendemos a muito tempo,to péssima!ñ to dormindo,voltei a fumar,e em 2 dias já to ficando mal,de lá p/cá to muito triste,pior ke o grupo mada do meu bairro ta fexado,kero ele de volta e ao mesmo tempo keria me livrar disso,to me sentindo perdida...

    ResponderExcluir
  13. Queridas amigas, hoje me encontro na mesma situação que muitas de vcs, eu era casada a 8 anos tenho um filho deste relacionamento, e por não dar mais certo mesmo amando muito, saí de casa e hoje 3 anos se passaram e esta pessoa já esteve com outra durante 2 anos e ficando comigo neste mesmo tempo, alias estamos até hoje juntos e ele um dia fica comigo e depois dá a desculpa que precisa de um tempo para ele, e que eu tenho que entender pois afinal fui eu quem saiu de casa e assim fica vem no sabada, mas não vem no domingo, hoje tá bem ,amanhã não quer nem ouvir a minha voz,e eu fico sempre na esperança dele me aceitar de volta mas isso já tem um ano e meu filho toda vez que brigamos que é toda a semana ou quando nos vemos ele chora e sente todos os problemas o que fazer para me livrar deste relacionamento que está acabando comigo e com o meu filho, estou desesperada .....

    ResponderExcluir
  14. Olá acredito q tbm seja uma mada, fiquei em um relacionamento de sete anos, nesses anos moramos juntos separamos e continuamos namorando, porém a um mês ele terminou comigo por que disse que eu nao queria sair da casa da minha Mae e formar uma família, resolvi mudar e propus da gente voltar e morar em um apartamento que eu tenho, para formarmos uma família, ele aceitou iremos ou iríamos, já nao sei, nos mudar em novembro, só que agora ele me trata mal, sai sem me avisar, fico sabendo através dos outros onde ele esteve e o que esteve fazendo, e já me disse que quando formos morar juntos será assim, que se ele nao quiser me levar junto quando for sair eu vou ter que entender e ponto final, e mesmo assim eu corro atras. Preciso de ajuda nao sei mais o que fazer.

    ResponderExcluir
  15. eu estou desesperadamente precisando de ajuda,como faço na minha cidade não tem mada?

    ResponderExcluir